Evento Passado: Luar e Filmes: Nuyorican Básquet

Quando: Segunda-feira, 3 de agosto de 2020, 7h00 - 8h00
Imagem de Nuyorican Basquet

Um esporte por excelência na cidade de Nova York, o basquete conecta os nova-iorquinos há décadas. Jogado em mais de 1800 quadras públicas ao ar livre nos cinco distritos, o jogo tradicionalmente une etnia, raça, classe e idioma e há muito tempo incorpora a diversidade de Nova York. Além dos cinco distritos, os jogadores de Nova York serviram como embaixadores por esse espírito de inclusão e pela promessa do basquete de estabelecer conexões. Nuyorican Basquet (2017, 108 min.) Destaca os jogos pan-americanos de 1979 em San Juan, onde muitos dos jogadores extremamente talentosos da equipe nacional de basquete de Porto Rico eram nuyorican (nascidos em Nova York) e sua participação nos jogos foi um fator essencial na construção da unidade entre porto-riquenhos em um momento politicamente tênue.

Administração Julio César Torres González e Ricardo Olivero Lora juntar organizador, comentarista político e jornalista independente Rosa Clemente e Monxo López, o bolsista de pós-doutorado da Andrew W. Mellon Foundation no Museu da cidade de Nova York para uma conversa virtual sobre a produção do filme e as conexões entre o basquete e a identidade nuyoricana.
--
Uma conversa sobre as conexões entre a concorrência e a identidade Nuyorican, e o poder de relator para forjar conexões - da NYC a Porto Rico. Con los directores Julio César Torres González y Ricardo Olivero Lora, a ativista e periodista Rosa Clemente y Monxo López, do Museu da Cidade de Nova York.

Este será um evento bilíngue com interpretação em inglês e espanhol, fornecido pelo Babilla Collective.

Tradução de inglês e espanhol para Babilla Collective.

Logística:
Assista o filme:
Observe que o registro não inclui um link para o filme. Os inscritos são convidados a alugar ou comprar o filme através da Amazon, aqui.

Participe da palestra: segunda-feira, 3 de agosto às 7:00 ET
Os inscritos receberão um link de Zoom para a conversa através do email de confirmação de emissão de bilhetes do MCNY, bem como através de um email direto antes do evento.

Entre em contato com programs@mcny.org com perguntas.

Sobre o filme:
Nuyorican Básquet narra a dramática história da participação da equipe nacional de basquete porto-riquenha nos Jogos Pan-americanos de 1979. Com uma abordagem totalmente única do jogo, a equipe porto-riquenha teve a curiosa distinção de ser composta basicamente por jogadores nascidos na cidade de Nova York, o que gerou perguntas sobre a natureza da identidade diaspórica. Independentemente do local de nascimento, esses nuyoricanos ferozmente talentosos se tornaram uma fonte de fascínio e orgulho para Porto Rico durante um período de altas tensões políticas. Alternando energicamente entre novas entrevistas com atletas e especialistas e fantásticos materiais de arquivo, mostrando a deslumbrante técnica e o trabalho em equipe da equipe, Nuyorican Básquet é um testemunho emocionante e colorido da capacidade dos esportes de dissolver limites e uma homenagem amorosa à alquimia mágica de Porto Rico e Nova York.

Sobre os oradores:
Alicia Rosa Clemente é organizador, comentarista político e jornalista independente. Afro-porto-riquenha, nascida e criada no Bronx, Nova York, dedicou sua vida à organização, bolsas de estudos e ativismo. De Cornell às prisões, Clemente é uma de suas gerações principais estudiosas sobre questões de identidade afro-latino-americana. Clemente é o presidente e fundador da Know Thy Self Productions, que produziu sete importantes passeios de ativismo comunitário e consulta sobre questões como feminismo hip-hop, justiça da mídia, envolvimento dos eleitores entre jovens de cor, política de terceiros, prisioneiros políticos dos Estados Unidos e o direito de Porto Rico de se tornar uma nação independente, livre do domínio colonial dos Estados Unidos. É convidada frequente na televisão, rádio e mídia on-line, pois suas opiniões sobre eventos críticos atuais são amplamente procuradas. Seu artigo inovador, "Who is Black?", Publicado em 2001, foi o catalisador de muitas discussões sobre a identidade política e cultural dos negros na comunidade Latinx. Ela é criadora do PR (Porto Rico) On The Map, um coletivo de mídia afro-latinox independente, sem desculpas e fundado, fundado após o furacão Maria. Atualmente, ela está concluindo seu doutorado no WEB DuBois Center da University of Massachusetts Amherst. Clemente foi a primeira mulher afro-latina a concorrer à vice-presidente dos Estados Unidos em 2008 com o ingresso no Partido Verde. Ela e sua companheira de chapa, Cynthia McKinney, eram até hoje as únicas mulheres de cor da história americana.

Julio César Torres (Diretor) se formou na Escola de Comunicação Pública da Universidade de Porto Rico, Río Piedras. Mais tarde, ele estudou direção e edição na Escola Internacional de Cinema e TV em Cuba (EICTV). Um de seus filmes estudantis, “Vamos al mambo”, ganhou o Prêmio do Público no Festival Internacional de Escolas de Cinema em Munique, Alemanha. Ao retornar a Porto Rico, fez filmes para a TV, “El bailao de Julia y Berto” e “El rumbón de Fepe”, obras das quais recebeu excelentes críticas dos críticos. Na televisão local, dirigiu para o Canal 6 os programas "Son del Caribe" e "En la punta de la lengua", este último indicado ao Emmy. Recentemente, ele dirigiu clipes de vídeo e trabalhou como 1º AD e Supervisor de Script para os próximos recursos. Foi diretor e escritor do documentário aclamado pela crítica Nuyorican Básquet (2017). Atualmente, ele está dirigindo o documentário de longa-metragem da Verité: "El grito en los puños" sobre carreiras no boxe.

Ricardo Olivero Lora (Diretor) formou-se na Universidade do Coração Sagrado, em Porto Rico, com especialização em produção de rádio, cinema e televisão. Ele é co-fundador da Radio Huelga, uma estação de rádio gerida por estudantes, fundada por estudantes e cooperativa, nascida durante a greve estudantil da Universidade de Porto Rico durante o ano de 2010, quando cursava Direito. Lá, trabalhou como correspondente de notícias, produtor de clipes, editor de áudio e em outras áreas relacionadas ao gerenciamento de estações de rádio. Seus créditos no cinema incluem “Hecho con sabor a Puerto Rico” (2012) e “Residente” (2017), como pesquisador, e o documentário aclamado pela crítica Nuyorican Básquet (2017) como diretor, escritor, produtor associado. Seu documentário mais recente, "23 de janeiro" (2020), é uma crônica observacional do confronto que ocorreu durante um protesto em Old San Juan. Atualmente, ele dirige a “FuerteFuerte”, uma ONG dedicada à organização digital de comunidades.

Monxo López (moderador) é pesquisador, educador, cartógrafo e ativista urbano do sul do Bronx. Atualmente, é bolsista da Fundação Mellon no Museu da Cidade de Nova York e foi bolsista de mapeamento no Design Trust for Public Spaces. Ele também é membro fundador da South Bronx Unite (uma organização local de justiça ambiental), bem como um membro fundador e do conselho da Mott Haven / Port Morris Community Land Stewards, o Community Land Trust local. López é Ph.D. em ciência política pelo Centro de Pós-Graduação da CUNY. Ele cresceu em Porto Rico e atualmente vive em Mott Haven, no sul do Bronx.

Para ver todos os nossos Luar e Filmes exibições clique aqui.

Este programa também acompanha a exposição do Museu Cidade / jogo: Basquete em Nova York.

Veja um trailer do filme aqui:

Apoiadores

Luar e Filmes é possível em parte por Sophia e Peter J. Volandes.

Luar e Filmes é possível em parte gracias a Sophia e Peter Volandes.

Junte-se ao MCNY!

Quer ingressos gratuitos ou com desconto, convites para eventos especiais e muito mais?